Aves: As 7 espécies mais feias do mundo

0

A natureza possui uma diversidade enorme de seres vivos. Alguns nos encantam, outros podem ser perigosos e há ainda espécies que nos parecem bizarras.

As aves são conhecidas por serem graciosas, coloridas e alegres. Mas há aquelas que não se enquadram nesse padrão de beleza.

Confira a seguir as 7 espécies de aves mais feias do mundo!

Urubu-de-cabeça-preta

 O urubu-de-cabeça-preta (Coragyps atratus) é uma espécie de ave saprófaga, ou seja, alimenta-se de carcaças de animais mortos e outros materiais orgânicos em decomposição. Essa ave é comum em qualquer região do Brasil.

Além de não possuir um aspecto visual agradável, há quem acredite que a presença do urubu envolve má sorte e morte. No entanto, isso é uma crendice popular.

Cegonha bico-de-sapato

A cegonha bico-de-sapato (Balaeniceps rexé uma ave que vive em regiões pantanosas no centro do continente africano e alimenta-se de peixes e rãs.

Apesar de exibir características de uma cegonha, um pelicano, e de uma garça, não é da família de nenhum desses animais. Possui bico grosso, grande, largo e comprido, e também plumagem acinzentada.

Urutau

   O urutau (Nyctibius griseus), também conhecido como mãe-da-lua, é uma ave de hábitos noturnos, que utiliza sua plumagem amarronzada para se camuflar em galhos de árvores.

Essa ave possui uma adaptaçã+o única, chamada de “olho mágico”: duas fendas na pálpebra superior permitem que o animal fique imóvel por longos períodos observando os arredores, mesmo de olhos fechados.

O urutau pode ser encontrado em todo o Brasil, inclusive dentro de cidades, em áreas arborizadas.

Condor-da-califórnia

O condor-da-califórnia (Gymnogyps californianus) é uma ave nativa da América do Norte, sendo atualmente encontrado na região do Grand Canyon e das montanhas do oeste da Califórnia, nos Estados Unidos.

A cabeça desse animal é desprovida de penas, possuindo tonalidade amarelada, avermelhada ou arroxeada. A maior parte da plumagem é negra, com manchas brancas na parte inferior das asas.

A envergadura das asas do condor-da-califórnia pode chegar a 3 metros de comprimento e essa ave é uma das mais pesadas do continente americano, com peso variando entre 8 e 14 kg.

Calau-de-capacete

O calau-de-capacete (Rhinoplax vigil) é uma ave encontada naturalmente na África (ao sul do Sahara) e em regiões tropicais da Ásia, Filipinas e Ilhas Salomão.

Apresenta como característica marcante um tipo de capacete natural, denominado “elmo”. Esse capacete é feito de queratina, uma proteína fibrosa, que se estende do bico ao crânio.

Os machos usam essa estrutura em combates com outros machos. Machos e fêmeas usam o elmo para extrair insetos de árvores apodrecidas.

Abutre

O nome “abutre” é  atribuído a aves da família Accipitridae. Essas aves são de rapina, mas possuem  hábitos necrófagos, isto é, não caçam animais vivos, e sim de animais mortos ou debilitados.

Possuem plumagem preta, marrom ou branca. A maioria dos abutres não possui penas na cabeça e no pescoço.

Perú-selvagem

O peru-selvagem (Meleagris gallopavo) é uma ave nativa da América do Norte. Os adultos têm pernas compridas, amarelo-avermelhadas ou cinza-esverdeadas, e plumagem preta.

Essa espécie apresenta forte dimorfismo sexual. Os machos apresentam cabeça grande, avermelhada e desprovida de penas, além de pescoço vermelho e carúnculas vermelhas no pescoço e na cabeça.

Já viu alguma espécie de ave mais bizarra que as dessa lista? Conte para nós nos comentários!

O que achou da postagem? Deixe seu comentário.

Compartilhar.

Sobre o autor

O 1º Portal para criadores e apaixonados por pássaros.

Comentários estão fechados.