Compartilhar.

João-de-barro é um dos pássaros mais conhecidos e apreciados do Brasil. Uma das razões pelas quais isso ocorre é a seguinte: seu ninho tem um formato muito criativo e característico. É feito todo de barro úmido, misturado a esterco e capim.

Entre as diversas aves que habitam este país, joão-de-barro é a que se caracteriza, nem tanto pela sua identificação com base em suas características, mas sempre pelo seu ninho, quando as pessoas o veem, já o relacionam àquela ave.

Inclusive, tem boa reputação na cultura popular, que o considera bastante esforçado e trabalhador para desenvolver uma verdadeira obra de arte rústica como sua própria casa.

Outra curiosidade: sabia que existe uma ave que se mantém bastante fiel, formando casal que viverá por toda a vida unido? Sim, é o joão-de-barro. Neste artigo, vamos apresentar curiosidades e características dessa ave, para você a conhecer melhor. Venha conferir!

João-de-barro

Habitat do joão-de-Barro

João-de-barro habita alguns países latino-americanos, sendo encontrados em:

  • Argentina;
  • Bolívia;
  • Paraguai;
  • Brasil – sobretudo no noroeste da Bahia e sul do Piauí, além de em Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso.

Habita em:

  • campos sem vegetação alta;
  • pastagens; pomares;
  • parques;
  • áreas urbanas.

Seu ninho muito tradicional e característico possui bom isolamento quanto ao frio, sendo considerado até mesmo bem quente. Constrói suas casas em galhos de árvores sem folhas, traves de porteiras e até em postes de iluminação!

Também conhecido na Argentina como Homero e no norte do Brasil como amassa barro, oleiro, ou, no caso da fêmea: maria-de- barro.

Características do joão-de-barro

João-de-barro mede 19 cm e uma plumagem parda e cor ferrugem nas costas e cauda.

Não possui características que identifiquem os machos e fêmeas, sendo normalmente reconhecidos pelo hábito de que somente as fêmeas têm de ficar só no ninho, e também cuidando dos filhotes e ovos.

A construção dos ninhos é feita pelo casal, em conjunto, levando menos de 20 dias para serem concluídos. Constroem novos ninhos anualmente, por sobre os anteriores. Por isso, com o passar dos anos o ninho apresenta aspecto de um prédio.

Alimentação do joão-de-barro

O João-de-barro se alimenta de:

  • insetos;
  • larvas;
  • moluscos;
  • sementes – muito raramente.

Procura insetos andando pelo chão, com muita graciosidade. Busca por seu alimento sob as folhagens, galhos e troncos no chão, tendo preferência por cupins, formigas, minhocas, aranhas e outros insetos e afins.

Pode também comer restos de comida de seres humanos como pães e biscoitos, que encontram pelo chão.

Como é muito dócil e acostumado com a presença humana, mantém sua rotina, mesmo quando vive nos centros urbanos.

Reprodução do joão-de-barro

João-de-barro, ao construir seu ninho em formato de forno tem o seguinte planejamento:

  • deixa um corredor de entrada em forma de L, que permite acesso ao interior;
  • uma câmara forrada com fibras vegetais, cerdas e penas, onde serão colocados e chocados os ovos.

A fêmea coloca e choca de três a quatro ovos, concluindo a incubação em até 18 dias.

Colocam seus ovos normalmente, a partir de setembro.

Após nascerem, com 14 dias de vida, os filhotes já deixam seus ninhos, mas ainda permanecem sendo alimentados pelos pais por um tempo.

Curiosidades do joão-de-barro

Além dos ninhos tradicionais em forma esférica oval, o joão-de-barro constrói ainda ninhos menores que servem apenas como locais de repouso ou outro ninho sobre o original, possivelmente para confundir e desviar a atenção de predadores.

Seus ninhos ficam com aberturas opostas ao vento, impedindo que entrem pela sua abertura.

O casal canta em dueto nas proximidades do ninho e ao abandonar seu ninhos eles ficam disponíveis para serem usados por outros pássaros pequenos, como andorinhas, canários e até abelhas.

As aves podem trabalhar simultaneamente na construção de diversos ninhos.

Tem canto forte e que muitas vezes são confundidos com gargalhadas.

No sul do País seu canto é considerado sinal de tempo bom.

O macho tem o hábito de, ao ser abandonado pela fêmea, lacrar a entrada do ninho e busca outro local para construir a sua nova morada.

São aves bastante alegres e convivem em harmonia com os homens.

Lendas sobre o joão-de-barro

Existem algumas lendas e mitos sobre o joão-de-barro e vamos citar as três mais conhecidas:

Havia um homem chamado João, generoso e caridoso que construía casas gratuitamente, sempre viradas para o sol, sendo feitas de barro e capim.

Ao morrer, o povo local com muita tristeza e fé pediu a Deus que os ajudasse a ter um outro João construtor de casas. Então, Deus enviou João de Barro para consolar aquela população;

Outra diz que, se o pássaro for traído, tranca o ninho com a fêmea e seu interior, para ela morrer lá dentro.

Isso é um mito e não há provas de que ocorra. O que acontece é que ao abandonar os ninhos ocorrem de abelhas se apossarem do local e ao fazerem sua colmeia fecham o ninho com uma cera dando a impressão que foram lacrados pelo joão-de-barro.

Há ainda uma lenda indígena que diz que um jovem guerreiro, ao querer desposar uma índia, teve que se submeter a três provas, saindo-se bem em duas delas.

A terceira prova exigia que ele ganhasse de outros competidores permanecendo o maior tempo possível em jejum e dentro de uma pele fechada, para que não comessem.

O jovem guerreiro venceu após dias e a desistência dos outros e, ao se abrir a pele que o envolvia, surgiu como um pássaro.

Sua amada se transformando também em pássaro após isso, foi viver com ele nas árvores.

Essa lenda fortalece a relação de amor entre macho e fêmea e a aproximação com o homem por parte do joão-de-barro.

Canto do joão-de-barro

O casal de joão-de-barro canta sempre junto como um grito se assemelhando a uma gargalhada, como vimos.

Apresenta sequências ritmadas prolongadas e festivas crescentes e decrescentes.

Conclusão sobre joão-de-barro

Uma bela e graciosa ave, o joão-de-barro é cercado por muitas lendas e está entre os mais queridos pelo homem.

Neste artigo, você pode ter muitas informações sobre esse pássaro que possibilitarão admirá-lo com mais compreensão e respeito.

Deixe seu comentário sobre este artigo, pois assim poderemos produzir sempre conteúdo de mais qualidade e de acordo com seus interesses.

 

O que achou da postagem? Deixe seu comentário.

Compartilhar.

Sobre o autor

O 1º Portal para criadores e apaixonados por pássaros.

Comentários estão fechados.